sábado, 29 de maio de 2010

Criador

Cabe a cada um de nós não fazer o mesmo que outrem tem de fazer, mas sim o deixar feito o que nenhum outro fez, por muito que tal perturbe a ordem estabelecida. Somos cada um de nós poeta único (...) não aceitando, portanto, que tenhamos outro dever além de o sermos.

Agostinho da Silva, Comércio do Porto (1990)

Somente como poeta, isto é, criador, na arte, na ciência, na técnica, na acção e na contemplação, será o homem verdadeiramente à imagem e semelhança do Divino: centelha em nós do pensamento eterno.

Agostinho da Silva, Virá a Revolução

O homem não nasce para trabalhar, nasce para criar, para ser o tal poeta à solta.

Agostinho da Silva, Entrevista
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...