quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Dreams That Money Can Buy

Dreams That Money Can Buy é um filme experimental de 1947, escrito, produzido e realizado pelo surrealista Hans Richter. Nomes como Max Ernst, Marcel Duchamp, Man Ray, Alexander Calder, Darius Milhaud e Fernand Léger, contam-se entre os seus colaboradores e o filme ganhou o prémio de Melhor Contribuição Original para o Progresso da Cinematografia, no Festival de Veneza, em 1947.

Joe/Narciso é um homem vulgar que acabou de assinar um complicado contrato de aluguer. Enquanto pensa como vai conseguir pagar a renda, descobre que é capaz de ver tudo o que se passa na sua mente ao olhar-se directamente no espelho.



Decide aplicar o seu dom aos outros ("If you can look inside yourself, you can look inside anyone!"), e estabelece um negócio, vendendo sonhos à medida a uma variedade de clientes frustrados e neuróticos.

Cada uma das sete sequências de sonhos é criada por um artista avant-garde e/ou surrealista:

Desejo: Max Ernst
A Rapariga com o Coração Pré-fabricado: Fernand Léger
Ruth, Rosas e Revólveres: Man Ray
Discos: Marcel Duchamp
Ballet: Darius Milhaud
Circo: Alexander Calder
Narciso: Hans Richter


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...