domingo, 8 de março de 2015

Entre a praia e o jardim


entre a praia e o jardim
as margens da luz:
praias de longa duração fluindo
em torno de um jardim instantâneo;
jardins que vão crescendo durante séculos
até um relâmpago de praia onde
o teu corpo em flashes brancos
se incendeia branco;
o espanto que
assombra o espanto, nas fronteiras
perturbadas, o fulgurante
mar, a massa de árvores
na montanha.

Manuel Gusmão


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...