terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Estás tão ausente

(Silêncio).
- Estás tão ausente.
- Também tu estás ausente.
- Diz-me porquê.
- Diz-me também tu porquê.
- Isso entristece-me tanto.
- E como pensas que me sinto.
- O mesmo te pergunto eu.
- És tu que me tornas ausente.
- Mas eu estou aqui.
- Eu também, deixa lá!
(Silêncio).

Per Aage Brandt

Robert Montgomery

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...