terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

The Awakening Conscience

Meryl Streep em A Amante do Tenente Francês, de Karel Reisz, 1981

Talvez além do que tu vês
não esteja nada
nem a alada criatura com que sonhas
nem sequer a sombra da sombra de uma sombra

Talvez nisso que vês só haja espelho
de um desejo sem rosto e sem esperança
que toda a vida (às vezes) seja apenas
esse deserto crescendo à tua volta

Aprende a não amar o amor
a nada querer
não desejar o desejo
nada ter.

Bernardo Pinto de Almeida (n. 1954)

The Awakening Conscience, William Holman Hunt, 1953


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...