segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Táxis, amigos e guarda-chuvas

Acabo de o jogar fora,
meia hora sob a tormenta
- à espera de um maldito táxi -
deu cabo dele.
Mas como se comportou.
Essa a diferença:
os táxis são como certos amigos,
quando precisas deles nunca estão.
Os guarda-chuvas, em troca, morrem por ti.

Karmelo C. Iribarren
(trad. de Albino M.)

Christopher Thompson Grimsby, 1969

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...