terça-feira, 3 de julho de 2012

Eu ontem vi-te...

Eu ontem vi-te...
Andava a luz
do teu olhar,
que me seduz,
a divagar
em torno de mim.
E então pedi-te,
não que me olhasses,
mas que afastasses,
um poucochinho,
do meu caminho,
um tal fulgor.
De medo, amor,
que me cegasse,
me deslumbrasse
fulgor assim.

Ângelo de Lima






















Erwin Blumenfeld, Line On Face, c. 1947-49
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...